Auto-Estima e Qualidade de vida








Definição: é a capacidade de acreditar, de se amar a se mesma , e confiar em aquilo que você é. Segundo a psicologia a auto-estima começa a se formar na infância, nos relacionamentos com as outras pessoas nos tratam, ou seja, as experiências do passado poder exercer uma influência significativa na auto-estima quando crescemos.
Perde-se auto-estima quando se passa por muitas decepções, frustrações,em situações de perda, ou quando não se é reconhecido pelo que se faz.

Geralmente são pessoas que culpam os outros pelos seus problemas, têm pouca concentração , preocupados com os comentários dos outros, medo de errar, passam uma imagem distorcida para o outro tentando esconder os seus sentimentos e muitas vezes terminam ocasionado um grande sofrimento físico e mental .

Para poder acabar com todo esse sofrimento, só vai depender de você, então pare de sofrer e comece a mudar sua vida. Se você não consegue fazer isso sozinho busque ajuda de um profissional adequado.

A construção da qualidade de vida se faz através do comprometimento pessoal com a valorização da vida e a forma de viver. Portanto, a qualidade de vida será alcançado, em decorrência da orientação à vida por princípios e valores e pela adoção de posturas que começem por admitir a realidade que se vive na tentativa de entender e buscar mudunças significativas que se fazem necessárias e que tragam bem estar geral ao indivíduo.



Auto estima e Qualidade de Vida

Um organismo é constituído de corpo, mente e espírito, e cada uma destas partes têm necessidades próprias, que precisa ser atendido para uma boa qualidade de vida. Essas necessidades devem ser atendidas de acordo com as leis que determinam o que é o melhor para esse organismo. O desequilíbrio de uma ou mais dessas partes acarreta o mau funcionamento geral desse organismo, provocando prejuízo e sofrimento que são mantidos pelos maus hábitos de vida criado pelo individuo, e que as provocam doenças.

As necessidades mais importantes do corpo são: Sol, água, alimento, exercícios, repouso e higiene. Essas necessidades precisam ser atendidas para que ele seja um corpo sadio. Basta uma delas não ser atendida para que esse corpo enfraquecer, diminuir a resistência e adoecer.   
A mente é parte do organismo responsável pelas emoções (sentimentos), atitudes (pensamentos) e ações (comportamentos). Da mesma forma a mente tem suas necessidade que precisam ser atendidas tais como: a paz, o amor, a segurança, o equilíbrio e a necessidade de sentir útil. Da mesma forma, cada uma destas partes que não forem atendidas promovem o desequilibro dessa mente e conseqüentemente favorecem o adoecimento do corpo.   
Assim como a mente e o corpo, o espírito também tem suas necessidades, que devem ser atendidas. È o estabelecimento de uma conexão entre o eu interior e um Deus. Essas necessidades e essa conexão poderão ser estabelecidas e supridas através das várias religiões e filosofias a qual o indivíduo elegerá como sendo a de sua preferência.  
Estudos realizados pelo instituto Nacional de Saúde Mental dos Estados Unidos relatam que uma em cada cinco pessoas sofrerá de algum tipo de transtorno ou doença mental diagnosticável durante o período de vida, tanto entre crianças, e jovens quanto em adultos e idosos. 

Atualmente pesquisadores da área relatam que uma boa qualidade de vida é o resultado de um processo contínuo, necessário e consciente por parte do individuo em esforçar-se para cultivar pensamentos e comportamentos positivos e emoções edificantes com a finalidade de obter uma boa saúde física e mental.    
Atitude: Uma boa saúde mental requer que o individuo tenha uma atitude de otimismo e que independente de suas experiências de seu passado visualize esperanças para si e com essa base enfrente os desafios presentes e futuros sem alimentar ressentimentos e culpa do passado.    
Emoções: Nossas emoções muitas vezes são resultados dos nossos pensamentos e atitudes. Quando o individuo experimenta atitude positiva está propensa a ter sensações e emoções positivas, o mesmo ocorrendo com os sentimentos de culpa e desprazer,que farão que o individuo experimente emoções negativas. A auto-estima de uma pessoa está diretamente ligada as emoções e sentimentos que experimentará diante de uma dada situação.    
Comportamento: Tanto os pensamentos quanto as emoções promovem e afetam o comportamento de um indivíduo. Uma pessoa que pensa ser uma pessoa inteligente, adotará uma postura comportamental como tal. Uma pessoa que acredita ser infeliz adotará uma postará comportamental da forma a qual se vê.    
Portanto esses três elementos são a base para uma saúde física e mental equilibrada e sadia.    
Segundo a Associação Norte Americana de Psiquiatria, relata alguns sinais e sintomas que poderiam ser responsáveis pela a quebra da harmonia da saúde física e mental. São eles:    
- Mudança marcada de personalidade;  
- Incapacidade para adaptar-se aos problemas e atividades do dia-a-dia;  
- Idéias estranhas ou grandiosas;  
- Ansiedade excessiva;  
- Depressão prolongada e apatia;  
- Mudanças marcadas nos hábitos de dormir e alimentar-se;  
- pensar ou falar acerca de suicídio;  
- instabilidade emocional extremada ; 
- abuso de drogas e álcool;  
- ira excessiva, hostilidade ou comportamento violento;    
É importante que o indivíduo quando na presença de um ou mais desses sintomas manifestados e persistentes, saiba que estará em estado de desequilíbrio físico e mental merecendo atenção profissional.  
Atualmente as pessoas vivem em um mundo imperfeito onde os níveis de stress são intensos e constantes o que afeta sobre maneira a qualidade de vida. Muitas vezes o indivíduo não consegue evitar reações emocionais, contudo este tem o dever e a responsabilidade de fazer de tudo para cultivar hábitos positivos e evitando os negativos para evitar as doenças físicas e mentais.  
Assim como a saúde física necessita de uma boa alimentação, Sol, água, exercícios, repouso e higiene e da abstinência de substâncias nocivas, também a saúde mental depende de elementos similares, portanto é importante:    
- Alimentar a mente com bons hábitos de leitura, ouvir mensagens edificantes e musicas relaxante;  
- Praticar a arte de exercitar os pensamentos positivos, visualizar o futuro de forma otimista e cultivar a auto-estima e domínio próprios.  
- Abster-se de pensamentos pessimistas e destrutivos tanto em relação a si como o de outros.  
Para uma boa qualidade na saúde mental se faz necessário que o individuo considere a possibilidade de:    
- Ser honesto consigo, ter claro suas capacidades e qualidades sejam elas positivas ou não;  
- Aprender a reconhecer e a expressar suas idéias e sentimentos;  
- tentar fazer e dar o melhor de si, considerando a importância de ser flexível.  
- Estabelecer metas e objetos de acordo com suas potencialidades, capacidades reais.  
- Controlar o stresse. Organizar tempo. Estabelecer prioridades e controlar as emoções.  
- Manter o corpo saudável, promovendo exercícios físicos, alimentando-se adequadamente e repousando o necessário, evitando substâncias nocivas.    
Finalizando, uma boa saúde, na sua totalidade, compõem-se por quatro elementos básicos: saúde mental, física, social e espiritual. Estes elementos estão intrinsecamente ligados e são indispensáveis para uma saúde plena. 

Fonte:PsicNet




Comentários

Postagens mais visitadas